Busca na Internet »
Licitação Eletrônica  Bovesba  Conselho  Serviços  Cursos  Cias Listadas  Associadas  Parcerias  Links  Cadastre-se   Fale Conosco
Glossário
Confira no glossário o significado das palavras, siglas e termos, em português e inglês, utilizados no mercado de capitais. + Info
Programa Conheça à Bolsa
Programa de visitas à sede da Bovesba destinado a grupos estudantes universitários, do ensino médio e fundamental. Venha nos visitar!+ Info
 
Histórico da Bolsa de Valores da Bahia, do Brasil e do Mundo

A historia da Bolsa de Valores da Bahia começou na época do Império, em 27 de julho de 1851, com o decreto imperial nº 807, que aprovou o regimento dos corretores da província. Criava-se, então, a Junta dos Corretores, embrião da Bovesba. A casa foi criada nos mesmos moldes da Bolsa do Rio de Janeiro, aberta um dia antes.

De lá para cá, a instituição vem contribuindo para o desenvolvimento da economia do estado.

Confira os principais fatos históricos da Bovesba.

26 de julho de 1851:
Por meio do decreto imperial nº 806, foi aprovado o regimento dos corretores do Rio de Janeiro.

27 de julho de 1851: O decreto imperial nº 807, mandou aplicar à Bahia o mesmo regulamento dos corretores do Rio de Janeiro. A "Bolsa Baiana" era chamada de Junta dos Corretores.

11 de agosto de 1870: Por ato do Tribunal do Comércio da Bahia, assinado pelo desembargador Manoel Joaquim Bahia, foi aprovado o regime interno da Junta de Corretores, composto por 35 artigos.

16 de dezembro de 1895: O Governo da República reorganizou a corporação dos corretores de Fundos Públicos e as operações da bolsa.

1924: O governo do Estado da Bahia criou a Bolsa de Mercadorias da Bahia, a qual reunia os corretores de Mercadorias.

28 de fevereiro de 1940:
Por meio do decreto 11.598, o Governo Estadual criou a Bolsa de Valores, que, juntamente com a de Mercadorias, passou ganhou a denominação de Bolsa de Mercadorias e Valores da Bahia.

27 de novembro de 1953: O Governo do Estado desmembrou as duas bolsas, criando a Bolsa Oficial de Valores da Bahia.,

28 de dezembro de 1953: A bolsa da Bahia passou a ser considerada órgão auxiliar dos poderes públicos.

10 de outubro de 1966:
Por meio da resolução 39 do Banco Central do Brasil, as bolsas foram transformadas em sociedades civis.

1976: A Bolsa de Valores da Bahia continuou situada no bairro do Comércio, mas foi transferida da rrua da Argentina, nº1 3º andar paraa rua Conselheiro Dantas nº 27.

28 de dezembro de 1978: Fusão das Bolsas de Valores da Bahia e de Alagoas: Bolsa de Valores Bahia Alagoas.

27 de novembro de 1980: Fusão das Bolsas de Valores da Bahia Alagoas com a Bolsa de Valores de Sergipe: Bolsa de Valores Bahia Sergipe Alagoas.

21 de novebro de 1996: A Bolsa de Valores Bahia Sergipe Alagoas passa a funcionar na R. Pedro Rodrigues Bandeira, nº 143, Ed. das Seguradoras, 3º andar, Comércio.

28 de janeiro de 2000: Convênio de Integração e Parcerias firmado entre as Bolsas Brasileiras, pelo qual a Bolsa de Valores de São Paulo - Bovespa passa a ser a única bolsa brasileira a negociar ações. A partir desse convênio, as demais instituições passaram a atuar como bolsas de fomento, desenvolvendo atividades que visam promover e popularizar o mercado de capitais.

Agosto de 2001: Foi realizada a fusão operacional das Bolsas de Valores. Ou seja, as operações diárias que eram realizadas nos pregões de Bolsas Regionais passaram a ser feitas pelas suas sociedades corretoras membros (que passaram, também, a ser membros da Bovespa), através do Mega Bolsa (sistema eletrônico de negociação).

 
Histórico da Bolsa de Valores
A Bolsa surgiu na cidade de Bruges, na Bélgica, onde se realizavam assembléias de comerciantes na casa de um senhor, em cuja fachada havia um escudo com três bolsas, brasão de armas do proprietário.

A Bourse de Paris foi implantada por Luís VII em 1141, sendo regulamentada em 1304.

Em 1698, foi fundada a Bolsa de Fundos Públicos de Londres. Embora as operações com valores já estivessem legalizadas, o enorme crescimento das negociações naquele ano exigiu a organização da bolsa em caráter oficial. No entanto, apenas no Século XVIII elas chegaram a um grande desenvolvimento, quando as exigências de crédito público obrigaram os banqueiros a fracionar os empréstimos em títulos de participação.

Desde os velhos mercados medievais até hoje, as Bolsas vêm sofrendo profundas transformações em sua estrutura financeira, que se assentou basicamente sobre os bancos comerciais e as bolsas de valores. Mas somente na segunda metade deste século começaram a surgir instituições especializadas em diferentes tipos de crédito. Antes do Século XIX não se encontravam instituições organizadas, mas apenas indivíduos exercendo funções de banqueiros ou corretores.

A reestruturação do Brasil, na primeira metade do século passado, exigiu a organização do sistema financeiro, abrangendo também a figura do corretor. As disposições sobre o ofício já apareciam na legislação, a partir do século XVIII, mas a regulamentação da atividade só viria a acontecer em 14 de junho de 1845, pelo decreto nº 417, com o objetivo de evitar a interferência de um número irrestrito de pessoas. Os corretores oficiais de fundos públicos passaram então a ter cargos vitalícios.

Em dezembro de 1894, foi aprovada em São Paulo uma tabela de corretagem para a embrionária Bolsa Livre de Valores, por ato do Governo Estadual. Esse foi o passo inicial para a criação dos primeiros cargos de corretores de fundos públicos. Em 1895, o governo estadual instituía a Bolsa Oficial de Títulos de São Paulo.

As atividades das bolsas e corretoras dos estados brasileiros foram regulamentadas pelo governo federal em 1934, através do decreto nº24.275, mas a legislação tornou-se mais afirmativa a partir de 1939, quando a lei nº1.344 passou a reger todas as bolsas do país. No entanto, mesmo depois desta nova legislação, elas continuaram sendo entidades públicas com ingerência dos governos estaduais em suas administrações.

Somente a partir das reformas que institucionalizaram o sistema financeiro nacional, iniciadas em 1964, as Bolsas de Valores assumiram as características que hoje possuem.


 
A Bovesba
O que é

A Bolsa de Valores Bahia Sergipe Alagoas - Bovesba, associação sem fins lucrativos e de interesse público, e participou do Convênio de Integração e Parcerias firmado em 28 de janeiro de 2000 entre as Bolsas Brasileiras existentes, pelo qual a Bolsa de Valores de São Paulo - Bovespa passou a ser a única bolsa brasileira a negociar ações. E a partir desse convênio, as demais instituições passaram a atuar como bolsas de fomento, desenvolvendo atividades que visam a promover e popularizar o mercado de capitais.



Missão

Fomentar o mercado de capitais disseminando a cultura de investimentos.



Visão

Tornar-se referência como uma instituição integrante do Sistema Financeiro Nacional que é voltada para a educação e capacitação de profissional.



Fusão Operacional

Em agosto de 2001 foi realizada a fusão operacional das bolsas de valores. Ou seja, as operações diárias que eram realizadas nos pregões de bolsas regionais passaram a ser feitas pelas sociedades corretoras membros dessas (que passaram, também, a ser membros da Bovespa), através do Mega Bolsa (sistema eletrônico de negociação).

As corretoras podem ter, também, um operador no pregão da bolsa paulista. O mesmo ocorreu com a liquidação financeira das operações que foram centralizadas em uma custódia nacional. Essa reestruturação teve por objetivo fortalecer a liquidez e aumentar a competitividade do mercado acionário nacional no mercado internacional, bem como a redução dos custos de negociação no caso da Bovesba e de outras bolsas regionais.

Para que as associadas da Bovesba tenham acesso ao pregão da bolsa paulista (Bolsa de Valores Nacional), elas precisam, obrigatoriamente, ser membro da Bovesba. Além disso, continuam a ser realizados, na Sala de Negociações da Bovesba, os leilões especiais e, eventualmente, de privatização.

Com essa reestruturação, as bolsas regionais passaram a dar ênfase às atividades de difusão do mercado e prestação de serviços a investidores e empresas de sua jurisdição, bem como informações sobre o mercado acionário à imprensa e ao público em geral.
 
Acesse o
.
Webmail

BOVESBA - Bolsa de Valores Bahia Sergipe Alagoas
Rua Pedro Rodrigues Bandeira, 143, Ed. das Seguradoras, 3º andar – Comércio
CEP 40015-080Tel.: (71) 3319-5700 - Fax.: (71) 3242-5753
Salvador - Bahia - Brasil
CNPJ: 15.223.449/0001-96
I. ESTADUAL: ISENTA

Fale com o
Webmaster Bovesba