Busca na Internet »
Licitação Eletrônica  Bovesba  Conselho  Serviços  Cursos  Cias Listadas  Associadas  Parcerias  Links  Cadastre-se   Fale Conosco
Glossário
Confira no glossário o significado das palavras, siglas e termos, em português e inglês, utilizados no mercado de capitais. + Info
Programa Conheça à Bolsa
Programa de visitas à sede da Bovesba destinado a grupos estudantes universitários, do ensino médio e fundamental. Venha nos visitar!+ Info
 
Glossário
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
Palavra Definição

Português

ABAMEC Associação Brasileira dos Analistas do Mercado de Capitais.
ABDE Associação Brasileira dos Bancos de Desenvolvimento.
ABECIP Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança.
ABERJ Associação de Bancos do Estado do Rio de Janeiro.
ABERTURA DE CAPITAL Democratização do capital social de uma empresa que tem suas ações distribuídas entre um determinado número de acionistas.
ABRAPP Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Privada.
ABRASCA Associação Brasileira das Companhias Abertas.
ACAMAÇÃO "Acomodação do mercado; tendência geral de nivelamento de preços dos títulos negociados em Bolsas de Valores."
AÇÃO Título negociável, representativo de propriedade de uma fração do capital social de uma sociedade anônima.
AÇÃO CHEIA (com) Ação que ainda não recebeu ou exerceu direitos (div e/ou bom e/ou subsc) concedidos pela empresa emissora.
AÇÃO ENDOSSÁVEL Ação nominativa que pode ser transferida no Livro de Registro de Ações Nominativas a partir do endosso da própria cautela.
AÇÃO ESCRITURAL O estatuto da companhia pode autorizar ou estabelecer que todas as ações da empresa, de uma ou mais classes, sejam mantidas em contas de depósito, em nome de seus titulares, na instituição que designar, sem emissão de certificados.
AÇÃO DE FRUIÇÃO A lei 6.404 (Lei das AS) não define ou prevê normas para ações de fruição. São ações de posse e propriedade dos fundadores da companhia, já amortizadas, onde o titular recebeu, antecipadamente, o valor contábil que elas representam. Não são objetivo de negociação.
AÇÃO FUNGÍVEL Ação que se encontra em custódia em uma instituição financeira, que fica obrigada a devolver ao depositante a quantidade de ações recebidas com as modificações resultantes de alterações no capital social ou no número de ordem das ações ou dos certificados recebidos em depósito.
AÇÃO LISTADA EM BOLSA Ações de empresas que satisfazem aos requisitos das Bolsas de Valores para efeito de negociação de seus títulos em pregão.
AÇÃO NOMINATIVA " Ação que identifica o nome de seu proprietário. Sua transferência deve ser registrada no livro especial da empresa denominado ""Livro de Registro de Ações Nominativas""."
AÇÃO OBJETIVO É o valor mobiliário emitido por companhia aberta admitida à negociação no pregão de uma Bolsa de Valores, no mercado de opções.
AÇÃO ORDINÁRIA Ação que tem a característica de conceder a seu titular o direito de voto em Assembléia.
AÇÃO PREFERENCIAL Ação que dá ao seu possuidor prioridade no recebimento de dividendos e/ou, em caso de dissolução da empresa, no reembolso do capital. Normalmente, não tem direito a voto em Assembléia.
AÇÃO COM VALOR NOMINAL É o valor mencionado na carta de registro de uma empresa e atribuído a uma ação representativa do capital.
AÇÃO SEM VALOR NOMINAL Ação para a qual não se convenciona valor de emissão, prevalecendo o preço de mercado por ocasião do lançamento.
AÇÃO VAZIA (ex) Ação que já exerceu os direitos (div e/ou bom e/ou subsc) concedidos pela empresa emissora.
ACEITE Declaração expressa, em título de crédito, pela qual o sacado (ou terceiro) se compromete a liquidar o seu valor na data do vencimento.
ACIONÁRIO (Comando) Poder exercido pelo acionista ou grupo majoritário.
ACIONISTA Proprietário de uma ou mais ações de uma Sociedade Anônima.
ACIONISTA MAJORITÁRIO Acionista que detém uma quantidade tal de ações com direito a voto que lhe permite (dentro da distribuição vigente de participação acionária) manter o controle acionário de uma empresa.
ACIONISTA MINORITÁRIO Acionista proprietário de ações com direito a voto, cujo total não lhe garante o controle da Sociedade.
ACREFI Associação das Empresas de Investimento, Crédito e Financiamento (SP).
ADECIF Associação dos Diretores de Empresas de Crédito, Investimento, Financiamento.
ADEVAL Associação das Empresas Distribuidoras de Valores.
ADMINISTRAÇÃO DE CARTEIRA Tarefa delegada a sociedades corretoras e a bancos de investimento, por procuração, para decidir sobre movimentações no mercado financeiro, de uma carteira de títulos e valores mobiliários.
ADMINISTRADOR DE CARTEIRA É o profissional de mercado responsável pela gestão, administração e controle de uma carteira diversificada de títulos (portfólio).
ADMINISTRADOR DE CONTA Técnico na área de administração de carteira de uma instituição financeira que detém o poder decisório sobre movimentações de uma ou várias carteiras ou contas de clientes.
AEMB Associação de Empresas do Mercado de Balcão.
AGE Assembléia Geral Extraordinária. É a reunião dos acionistas, convocada e instalada na forma da lei e dos estatutos, a fim de deliberar sobre qualquer matéria de interesse social. Sua convocação não é obrigatória, dependendo das necessidades específicas da empresa.
AGENTE AUTÔNOMO DE INVESTIMENTO Pessoa que dedica à colocação de títulos, valores e serviços financeiros junto ao público. Deve ser credenciada pelo Banco Central do Brasil e vinculada a uma instituição financeira.
AGENTE EMISSOR DE CERTIFICADOS Instituição financeira devidamente autorizada, que realiza serviços de escrituração, guarda dos livros, registros e transferência de ações e emissão de certificados, agindo em nome da empresa.
AGENTE REPRESENTANTE DE CLIENTE Nome dado a representante registrado, de um ou vários investidores.
AGIR COMO DEALER "Diz-se que uma instituição financeira está agindo como ""dealer"" quando, em operações de open-market, compra títulos para a sua carteira própria revendendo a clientes, ganhando, assim, na diferença de preços."
ÁGIO Importância que o comprador paga a mais sobre o valor nominal de um título. Montante que se acresce ao valor nominal pelo qual uma ação está sendo vendida no mercado primário ou na chamada de capital via subscrição.
AGO Assembléia Geral Ordinária. Convocada obrigatoriamente pela diretoria de uma Sociedade Anônima para verificação dos resultados, leitura, discussão e votação dos relatórios da diretoria e eleição do Conselho Fiscal.
AJEF Associação dos Jornalistas de Economia e Finanças.
AJUSTE DIÁRIO Expressão utilizada em mercado futuro. Importância a ser debitada ou creditada ao cliente, diariamente, de acordo com a variação, negativa ou positiva, no valor da posição por ele mantida, ajustada ao preço de compensação do dia.
ALAVANCAGEM """Leverage"" financeiro - alavancagem financeira. Grau de utilização de recursos para aumentar as possibilidades de lucro, aumentando, consequentemente, o risco da operação. É muito utilizado nos mercados a prazo."
ALC Aviso de lançamento em conta - informa ao cliente (com títulos em custódia na Bolsa) os lançamentos realizados na sua posição de títulos.
ALTA Tendência do mercado de ações em geral, ou de uma determinada ação que, pela predominância da procura, há elevação nos preços dos papéis. Quando a tendência de alta é geral, ela se reflete por uma elevação do índice bursátil.
AMC Aviso de movimentação de conta - Informa ao cliente (com títulos em custódia na Bolsa) sobre a movimentação realizada na sua posição de títulos.
AMDIVAL Associação Mineira das Distribuidoras de Valores.
AMORTIZAÇÃO Consiste na distribuição aos acionistas, a título de antecipação e sem redução do capital social, de quantia que lhes poderia tocar em caso liquidação da empresa.
AMPLITUDE Diferença entre os preços máximo e mínimo atingidos por uma determinada ação, em um período de tempo.
ANA Aviso de negociação de ações - O ANA é enviado pela própria Bolsa de Valores aos investidores sempre que uma negociação é realizada, em seu nome no pregão. Através dele o investidor obtém informações precisas e seguras sobre as operações de compra e venda de suas ações.O ANA vale como comprovante.
ANAAI Associação Nacional dos Agentes Autônomos de Investimento.
ANÁLISE DE TÍTULOS É um pré-requisito para as decisões sobre carteiras de títulos. Ela fornece aos valores das variáveis relevantes para o processo de administração de carteira.
ANALISTA DE MERCADO DE CAPITAIS Profissional de formação universitária que aplica determinada metodologia no estudo de empresas, setores, situações conjunturais e demais aspectos que afetam o mercado de capitais.
ANBID Associação Nacional dos Bancos de Investimento.
ANCOR Associação Nacional das Corretoras de Valores.
ANDAR DE LADO Expressão utilizada para classificar um mercado fraco, sem liquidez, quando compradores e vendedores estão retraídos. Os preços sobem um pouco, caem um pouco, e não há uma tendência nítida para o comportamento das ações. Também significa um mercado estagnado.
ANDIMA Associação Nacional das Instituições do Mercado Aberto.
ANUNCIAR A CONCESSÃO DE DIVIDENDOS Comunicação de decisão do Conselho Diretor ou da Assembléia de Acionistas de uma empresa, no sentido de destacar recursos próprios para a distribuição de dividendos aos acionistas.
AO MERCADO Ordem de compra ou venda de ações dada pelo investidor à sua sociedade corretora a preço de mercado, sem que seja estabelecido limite máximo para compra ou limite mínimo pra a venda.
AOBVAL Associação dos Operadores de Bolsa de Valores (RJ).
APINVEST Associação dos Pequenos Investidores.
APLICAÇÃO Utilização de poupança na compra de títulos, com a finalidade de auferir rendimentos.
APREGOAÇÃO Ato de apregoar a compra ou venda de ações pelo operador (representante de uma sociedade corretora no recinto de negociações das Bolsa-pregão). A apregoação deverá ser feita mencionando-se a quantidade de títulos e o preço pelo qual se pretende fechar o negócio.
AQUÁRIO Espaço contíguo à Sala de Negociações, destinado ao público, separado daquela por uma parede de vidro, permitindo acompanhar o desenrolar do pregão, sem nele, entretanto, poder interferir.
ARBITRAGEM "Compra de um título para determinado vencimento a futuro ou à vista de concomitante venda igual a outro vencimento, visando auferir vantagem do diferencial de preços ou de sua futura variação. As operações podem ser realizadas cada uma em uma Bolsa diferente ou, por exemplo, no balcão, com dois parceiros diferentes, na mesma ou em praças diferentes. Além do ""arbitrador"" beneficia-se o mercado como um todo pela redução dos diferenciais de preços indevidamente afastados ou aproximados pelo aumento de número de parceiros e da liquidez do mercado."
ARBITRAMENTO Análise a que é submetida a mercadoria entregue quanto ao tipo, qualidade e especificações, realizada por árbitros credenciados pelas Bolsa de Futuros.
ASCESP Associação das Sociedades Corretoras de Valores e Câmbio de São Paulo.
ASSESSOR DE INVESTIMENTO Técnico de uma instituição financeira responsável pelo atendimento a clientes, podendo, muitas vezes, fazer sugestões sobre a movimentação de carteiras e títulos.
ATIVO FINANCEIRO Todo e qualquer título representativo de parte patrimonial ou dívida: ações, OTN, dinheiro, letra de câmbio, etc.
AUMENTO DE CAPITAL Ato aprovado por Assembléia Geral Ordinária (ou reunião de diretoria, no caso de capital autorizado) pelo qual se adicionam ao capital da empresa reservas e/ou novos recursos. O aumento de capital normalmente é feito mediante bonificação (ou aumento do valor nominal das ações) e/ou direitos de subscrição para os acionistas. Pode ser realizado pela incorporação de outras empresas.
AUMENTO DO VALOR NOMINAL Alteração do valor nominal da ação em conseqüência de incorporação de reservas ao capital de uma empresa, sem emissão de novas ações.
AUTO-REGULAÇÃO Por auto-regulação entende-se basicamente a normatização e fiscalização, por parte dos próprios membros do mercado, organizados em instituições ou associações privadas, de suas atividades com vistas à manutenção de elevados padrões éticos. Assim, ao invés de haver uma intervenção direta do Estado, sob a forma de regulação, nos negócios dos participantes do mercado, estes se auto-policiam no cumprimento dos deveres legais e dos padrões éticos consensualmente aceitos. No mercado de capitais, tradicionalmente, as entidades tipicamente auto-reguladoras são as Bolsas de Valores.
AUXILIAR DE OPERADOR Funcionário de sociedade corretora que recebe, via telefone (que se localiza na cabine da sociedade corretora, das Bolsas de Valores), ordem de como pra e venda de ações, para serem executadas pelo operador de sua sociedade corretora.
AVALIAÇÃO DE CARTEIRA Etapa em que o administrador examina o desempenho da carteira de títulos, no tempo, e como este se relaciona com o plano de investimento estabelecido.
AS "Preferenciais Escriturais Classe ""A"""
AR "Preferenciais Endossáveis Classe ""A"" Resgatáveis"
Abreviaturas usadas para diferenciar os direitos das ações:

Inglês

Above Par Acima do par - Acima da cotação nominal.
Absord Absorção das ordens de venda pelas ordens de compra de ações.
Absorption Point Ponde de absorção, a partir do qual qualquer venda adicional implicará queda na cotação.
Account, Adjunct Contas adjuntas. Contas relacionadas com outras e geralmente juntas a elas nos relatórios financeiros.
Account and Risk Acordo entre o corretor e o cliente, pelo qual todas as transações realizadas pelo corretor correm por conta e risco do cliente.
Account, Discretionary Conta discricionária. Movimentada inteiramente segundo o critério do corretor que não precisa consultar o cliente.
Account, Dormant Conta parada.
Account, Error Conta de erros (mantida pelos corretores).
Account, Frozen Conta congelada. Não pode ser movimentada.
Account, House Conta do próprio corretor.
Account, Joint Conta conjunta. Mais de uma pessoa mantendo a mesma conta.
Account, Long Ações mantidas pelo investidor. Posição.
Account Margin Account Conta financiada pelo corretor.
Accrued Dividends Dividendos acumulados (não pagos).
Accumulated Dividends Dividendos acumulados.
Accumulation Compra lenta e gradual em grandes quantidades para garantir posição antes da alta esperada. A intenção é de realizar lucro a longo prazo, não de sustentar o mercado.
Advance Alta no preço das ações.
Advance Decline-Line Índice de alta e baixa.Índice que indica a relação entre tendência geral de Mercado e a Média Dow-Jones (S-N, no Brasil). Calcula-se tomando um número arbitrário e subtraindo (baixas predominantes) ou adicionando (altas predominates) a diferença entre o número de ações que fecharam em alta e em baixa. Se o número arbitrário for 10.000, com 800 ações em alta e 200 em baixa, o índice de alta-e-baixa subirá para 10.600.
Advance Decline-Lines """Tendência"" das cotações. Adiantamentos."
Agreement Among Underwriters (AAU) Procuração de grupo de underwriters, juntos em um sindicato e concedendo a um deles o poder de agir em nome do grupo.
Air Pocket Súbita queda sem lances aproximados em valor.
All, Or Any Part Disposição que pode constar de uma ordem de compra ou venda a um preço específico deixando a quantidade a critério do corretor.
All, Or None (AON) a) Ordem de compra ou venda que condiciona a operação à possibilidade de envolver uma quantidade específica. b) Quando um corretor quer vender uma nova emissão sob esta cláusula, só efetuará a venda se conseguir colocar toda a emissão num período específico.
AMEX Amercian Stock Exchange (ASE) - Uma das Bolsas de Valores em N.Y. (A outra: NYSE - New York Stock Exchange).
Annual Yield Rendimento anual.
Arbitrage "Técinica empregada para tirar vantagem da diferença de preços em mercados diferentes. Um ""Arbitrageur"" pode simultaneamente comprar o mesmo título em Londres a $10,00 e vendê-lo em Paris a $10,50, com lucro de $0,50 menos despesas. Arbitrage pode também consistir na compra de direitos de subscrição ou de títulos conversíveis - e a venda dos títulos de possível subscrição ou de títulos a que a conversão daria direito. "
Arbitrage House Empresa de arbitragem.
Asked Price Menor preço que um possível vendedor aceitará.
At A Discount Com desconto. Com deságio. Abaixo do par. Venda abaixo do par.
At A Premium Acima do par (com ágio).
At Par Ao par. Venda feita ao valor nominal.
At The Close Ordem de compra ou venda pelo melhor preço no encerramento da Bolsa.
At The Market Ao preço do mercado.
At The Opening (Order) Ao preço de abertura.
Auction Market Mercado de Leilão. Sistema de negociação de títulos através de corretores ou agentes, como na Bolsa de New York.
Auction Sale Venda em Leilão.
Authorized Issue Emissão autorizada.
Average Price Preço médio.
Average Rate Taxa média.
Average Or Means, Weighted Média ponderada.
Averages, Stockmarket Médias (índices) do Mercado de Capitais - AMEX, Dow Jones, New York Herald Tribune, New York Times, Standard & Poor.
Averaging Compra e venda em busca de um preço médio.
Averaging Up Or Down Compra, a diversos preços, de ações da mesma espécie, alcançando um preço médio mais alto ou mais baixo.
Acesse o
.
Webmail

BOVESBA - Bolsa de Valores Bahia Sergipe Alagoas
Rua Pedro Rodrigues Bandeira, 143, Ed. das Seguradoras, 3º andar – Comércio
CEP 40015-080Tel.: (71) 3319-5700 - Fax.: (71) 3242-5753
Salvador - Bahia - Brasil
CNPJ: 15.223.449/0001-96
I. ESTADUAL: ISENTA

Fale com o
Webmaster Bovesba